Zheng He, o maior explorador


 ChinaZhengHeShip1405vsSantaMaria500pxw

Zheng He (1371 – 1435)

Zheng He foi o maior explorador da história chinesa. Ele viajou extensamente pela Ásia e África, e alguns historiadores alegam que ele teria descoberto a América antes de Cristóvão Colombo.

Zheng He, que também é conhecido como Cheng Ho, nasceu em 1371 em uma família pobre de camponeses muçulmanos. Ele foi capturado e castrado pelo exército chinês quando ainda era um garoto. Mais tarde, ele se uniu à corte da dinastia Ming, onde sua capacidade de liderança se tornou evidente.

O explorador visitou muitos países da Ásia e da África, incluindo Java, Sumatra, Sri Lanka, Índia, Pérsia, Arábia e Taiwan. Ele navegou com frotas imensas, de mais de 300 navios, com 30 mil homens sob seu comando. E trouxe tesouros incalculáveis, em grande quantidade, para a corte chinesa.

Zheng He morreu no mar em 1435, aos 60 anos, quando retornava de uma exploração na África. Ele foi enterrado em um grande túmulo fora de Nanjing, que foi reconstruído como um tributo ao explorador em 1985.

ZHENG HE NAVIO CHINES COMPARADO AS CARAVELAS DE PORTUGAL

OLHA SÓ A DIFERENÇA COM A CARAVELA PORTUGUESA, DIGNO DE PENA  HAHAHHAA.

voyages-of-zheng-he-map-06-04

OLHA AS ROTAS FEITAS PELO ZHENG HE

f99a459ec3aba049bddfaec75bd6dfe3

ZHENG HE, DE BOA NA LAGOA! HAHAHAH

———————————————————————

LEIA SOBRE QUEM FOI O DONO, O CHEFE, ZHENG HE, QUE DEU O NOME A ESSA PEQUENA BARCA, RSRS

Zheng He (chinês tradicional: 鄭和, chinês simplificado: 郑和, pinyin: Zhèng Hé, Wade-Giles: Cheng Ho) (1371 – 1433) foi um explorador chinês do século XV. Realizou viagens por mar pelo sudoeste asiático e pelo Oceano Índico. Chegou à Índia, ao Mar Vermelho e a Moçambique.

Biografia

Zheng He foi originalmente chamado Ma He e nasceu em 1371. De etnia hui, era o segundo filho de um família muçulmana, que também teve quatro filhas, de Kunyang (昆阳), atual Jinning (晋宁), ao sul de Kunming, perto do canto sudoeste do Lago Tian em Yunnan.

Tanto seu avô e quanto seu bisavô tinham o título de Hajji, o que indica que fizeram a peregrinação a Meca. Seu bisavô foi nomeado Bayan e pode ter sido um membro de uma guarnição mongol em Yunnan. Zheng He teria escutado os relatos de suas viagens a terras longínquas.

Em 1381, ano em que seu pai morreu e após a derrota da dinastia Yuan do Norte, um exército ming foi enviado para Yunnan para acabar com o rebelde mongol Basalawarmi. Ma He, então com apenas onze anos de idade, foi tomado cativo e castrado, convertendo-se assim num eunuco. Foi enviado para a Corte Imperial, onde era chamado de ‘San Bao’, que significava ‘Três Joias’. Acabou se tornando um conselheiro de confiança do imperador Yongle (o terceiro imperador da dinastia Ming, tendo reinado entre 1403 e 1424), ajudando-o a depor o seu antecessor, o imperador Jianwen. Em troca do serviço meritório, o eunuco recebeu do imperador Yongle o nome de Zheng He.

Estudou em Nanjing Taixue (Colégio Central Imperial). Suas missões exibiram impressionantes demonstrações de sua capacidade organizativa e poder tecnológico, mas não produziram grandes resultados em comércio já que Zheng He foi um almirante e um oficial, mas não um mercador.

Em 1425, o imperador Hongxi o nomeou para ser Defensor de Nanquim. Em 1428, o imperador Xuande designou-o para completar a construção do magnífico templo Da Baoen, um templo budista de nove andares em Nanquim, e em 1430 o nomeou para liderar a sétima e última expedição para o "Oceano Ocidental".

Zheng He navegou a Malaca no século XV e trouxe consigo uma princesa chinesa, a Princesa Hang Li Po. Ela teria de desposar o rei de Malaca. A princesa foi com seus 1 500 serviçais, que se assentaram eventualmente em Bukit Cina, em Malaca. Os seus descendentes são conhecidos na atualidade comoBaba (o título masculino) e Nyonya (o título feminino).

Em 1424, o imperador Yongle faleceu. Seu sucessor, Hongxi (governante de 1424 a 1425), decidiu reprimir a influência dos eunucos na corte. Zheng He realizou uma última viagem sob o governo do imperadorXuande (governante de 1426 a 1435), mas, depois disso, as frotas de tesouro chinesas terminaram. Ainda que sua tumba se encontre em Nanquim, na colina de Niushou (em 1985, a sepultura foi restaurada), é muito possível que tenha morrido em alto-mar e que seu cadáver tenha sido lançado ao mar. Também construiu os estaleiros de Nanquim, que ainda funcionam atualmente.

Zheng He morreu durante a última viagem da frota do tesouro, na viagem de regresso após a frota chegar a Ormuz em 1433.

 

http://www.discoverybrasil.com/navios/pioneiros/zheng_he/index.shtml

http://pt.wikipedia.org/wiki/Zheng_He

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s